Categoria: Por onde andamos

Na morada dos mortos…

E a semana que se iniciou com o dia dos mortos, está prestes a terminar com uma visita ao Cemitério: o do Nosso Senhor do Bonfim, em Belo Horizonte, Minas Gerais. Na verdade isso se deu há, exatamente, um ano, com a apaixonante aula de campo da professora Marcelina das Graças de Almeida, da Escola…

Leia mais Na morada dos mortos…

Um cemitério de estátuas indesejadas

Nas palavras do arquiteto que o projetou, compreendemos o caráter pedagógico do lugar. “Este parque não é a crítica das estátuas, ou dos escultores, mas sim, a crítica da ideologia que usa as estátuas como símbolos de poder”. Nesse sentido, a proposta é que os monumentos sejam estudados como documentos da história nacional e também da história da arte, o que seria inviabilizado, caso a ideia inicial de total destruição fosse levada adiante, o que Eleõd comparou a uma “queima de livros”. Outro aspecto sublinhado é que não se trata sobre o comunismo, mas sim, sobre a queda do comunismo, o que é feito com a liberdade impensável no passado ali representado.

Leia mais Um cemitério de estátuas indesejadas