Feliz Natal, com teimosia e resistência!

por Aline Montenegro Magalhães

O Natal se aproxima… luzes se acendem quando a noite cai, colorindo as cidades. Presépios se espalham em igrejas, estabelecimentos comerciais, portarias de prédios, lembrando a noite do nascimento de Jesus. Entre papais-noéis, árvores enfeitadas e o espírito de confraternização concorrendo com a fúria consumista, arrumo minha casa nova.(…)

Read More

Feliz dia, da museóloga.

por Inês Gouveia

As frases palavradas dos telegramas nos remetem à regulamentação do exercício da profissional da Museologia. São documentos que estão sob a guarda do Centro de Documentação da Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP), na subcoleção da Associação Paulista de Museólogos (ASSPAM).(…)

Read More

“Minha cidade não existe mais”

por Carina Martins

Ouvi de minha mãe esta frase: “minha cidade não existe mais”. E fui ver com meus olhos a que ela se referia. Em um final de semana, foram apagadas duas memórias de pedra e cal. A essas, se somaram as lembranças da perda da minha casa da tenra infância e do meu colégio de toda minha vida. Pensei, “a minha também não”.(…)

Read More

Do Sonho de um sonho…

Por Desirree Reis

No sopé do Morro da Mangueira, o Museu do Samba registra, desde 2009, histórias de vida de sambistas por meio do projeto Memória das Matrizes do Samba no Rio de Janeiro. De lá pra cá, foram feitas mais de 170 entrevistas, compondo um acervo audiovisual único sobre o modo de vida do samba.(…)

Read More